Arquivo do mês: novembro 2013

Amores rotos

Certa vez confessei a ele que não guardei nada. Absolutamente nada que pudesse lembrar aquele passado. Ele disse que também não. Como se fosse possível apagar certas memórias. Mas o ser humano utiliza subterfúgios que alguns chamam de sentidos. Se … Continuar lendo

Vídeo | Publicado em por | 5 Comentários